CATEGORIAS

Home / Beleza  / Cosméticos: como escolher o melhor?

Cosméticos: como escolher o melhor?

Cosméticos têm diferentes apresentações

Os cosméticos são nosso assunto de hoje.

Sabe porque você fica melecada depois de passar um hidratante no corpo ou no rosto ou depois do filtro solar?

Porque quando a gente começa a querer comprar e usar cosméticos ou medicamentos que sejam necessários aplicar na pele, a coisa mais importante que poucas pessoas dão valor é o sensorial desse creme, a forma como ele foi feita e elaborada e para quê.

Por exemplo, tem gente que passa hidratante no corpo após o banho e tem uma sensação absurda de bem-estar.

Ela se sente tão bem aplicando aquele creme hidratante e ela sente que aquele creme está entrando na pele dela.

Por outro lado tem pessoas que assim que terminam de aplicar o creme têm extrema necessidade de voltar para o banho.

Isso porque estão se sentindo melecadas, grudando. Elas passam a mão no corpo e acham que tem alguma coisa errada.

Mas o que foi errado aí? Foi a forma desse hidratante chegar a essa pessoa.

Qual sensorial agrada você?

Você precisa descobrir qual é o sensorial que te agrada.

Algumas pessoas gostam daquele toque aveludado, que você passa a mão e tem a sensação de que está passando a mão em uma coisa muito macia.

Já outras pessoas gostam exatamente do contrário, de terminar de aplicar e sentir que elas estão melecadas.

Há quem tenha a necessidade de associar remédios nesses veículos.

Utilização regular dos cosméticos

Como dermatologista eu tenho a missão de achar qual é o remédio correto, qual é o sensorial que agrada o paciente e, principalmente, qual é o que vai fazer ele ter vontade de aplicar no dia seguinte.

Você pode acordar e ter vontade de olhar o creme e querer utilizá-lo, seja porque você gosta do cheiro, da textura ou da sensação que ele deixa depois.

Existem diferentes formas de apresentação: sérum, gel, hidratante, creme master hidratante.

Mas tem uma coisa que as pessoas ainda não atinaram, que todos esses remédios e todos esses tipos de tratamento podem ser colocados em água.

Água como veículo

Existem as águas revitalizantes, águas em spray, águas dermatológicas, ou seja, nós podemos colocar na água os veículos de tratamento.

Assim fica fácil de aplicar, não vai melecar e a pessoa vai ter a ação do produto que ela precisa para tratar o problema dela.

E, principalmente, ela não vai se sentir obrigada a usar alguma coisa. Ninguém deve se sentir obrigado a usar nada.

Tudo que você tiver obrigação de fazer, não tem mais graça.

Então vamos tentar sempre achar uma coisa em que a gente tenha prazer e que traga algum benefício.

Porque só ficar espirrando água termal, por exemplo, sem aplicar alguma coisa em seguida, a água termal não entra na sua pele.

Ela pode dar uma sensação de bem-estar, pode fazer com que você se sinta bem momentaneamente, mas ela não vai te dar uma sensação um tratamento, não vai tratar suas rugas.

O mais importante de tudo é descobrir o que você precisa, depois descobrir em que formato ele tem que estar para entrar na sua pele e que te agrade, para que você tenha vontade de usar diariamente.