CATEGORIAS

Home / Viagem  / Dicas de viagem: Dubai

Dicas de viagem: Dubai

Para quem for a Dubai, aqui estão algumas dicas imperdíveis:

blog_post_dubai

Passeios

• Vôo de helicóptero ou hidroavião sobre a cidade. Demais ver as ilhas que foram feitas em alto mar.

• Show das água no Dubai Mall. (Um upgrade do hotel Bellagio de Las Vegas). Se estiver hospedado no Armani Hotel, ao fazer  o check in, peça os horários. É possível ver do quarto.

• Loja de chá Twinnings no Dubai Mall. Em qualquer hotel você pode tomar chá que todos são demais.

• Se quiser conhecer o Burj Al Arab, pode marcar um chá lá. Senão não tem acesso.
Neste mesmo complexo do Burj tem um souk (mercado),que chama Souk Madinat, que imita os de rua, só que mais limpo. Muito legal.

• Embaixo do Jumeirah Beach, que é onde fica o Wild Wadi (parque de águas), tem um passeio de Segway, onde se anda por todos os hotéis do complexo (são 4).

• Ir conhecer o Atlantis Hotel, que tem  um parque aquático melhor que o Wild Wadi. E a vista é de mar aberto. Fica no The Palm, que é uma palmeira enorme que construíram (aterraram em alto mar) e sobre ela estão casas e o hotel.

• Em Abu Dhabi tem dois hotéis legais de ver, o Yas é o da Formula 1, e o Emirates Palace, que é todo feito de ouro o saguão (tomar chocolate quente com pó de ouro) – Alias, acho que só conseguem entrar neste hotel se reservarem pra tomar chocolate quente, pois lá se hospedam em um andar, que não temos acesso, todos os reis dos emirados árabes quando se encontram. Cada um tem sua suíte montada.

• Guia (Natalia) é brasileira, sabe muito sobre os Emirados. Um banho de cultura. Importante entrar em contato com ela antes, pois é bem requisitada. (nataliarreguy@yahoo.com)

Ela conhece todos os detalhes da Mesquita de Abu Dhabi, que precisa ser visitada. Acho que é a única que podemos entrar. Nas outras só sendo da religião muçulmana.
É possível ir até Abu Dhabi e voltar no mesmo dia. Fica a 40 minutos de distancia, só precisa se organizar, pois tem a Mesquita, os hotéis e o parque da Ferrari para ver. Neste parque tudo é direcionado a Ferrari, e além dos simuladores de corrida, tem a mais rápida montanha russa do mundo. Vale comprar o ingresso Vip que corta as filas das atrações.

• O passeio que leva para as dunas do deserto e depois para jantar é bem legal. Começa com uma aventura pelas dunas, e depois param no meio do deserto, onde uma infra estrutura enorme nos recebe, então jantamos ao ar livre com comidas árabes, dança do ventre e camelos para andarmos.

• O City tour que leva ao Dubai Museum e ao Souk de ouro e de especiarias é bem turístico, mas senão não temos coragem de ir sozinhos.

• Evitem depender de taxi nas horas de rush. Não anda. O metro é legal de ver. Parece o Monorail da Disney.

• Alguns hotéis e companhias aéreas deixam motoristas a nossa disposição para trajetos pequenos.

• O Dubai Mall é o melhor Shopping de Dubai (é enorme), mas no outro é que fica a pista de neve indoor. Eles alugam roupas e equipamento. As vezes esta 40 graus fora do Shopping e -10 na pista! Tem um lift que nos leva para cima.
Dentro do Dubai Mall podemos comprar ingressos para subir no Burj Kalifa durante o dia. O local se chama At The Top. Vale reservar antes, pois as filas para comprar lá são grandes e nem sempre conseguimos para o mesmo dia.

• Tudo em Dubai é muito organizado, mas vale lembrar que eles tem uma religião muito diferente da nossa e que devemos respeitar o que pedem, portanto não andar com roupas muito decotadas nem muito curtas, não beijar em publico, se pudermos não andar de mãos dadas com marido ou namorado melhor, pois eles não tem este hábito. As bebidas alcoólicas só são vendidas dentro dos hotéis, pois eles não bebem. Andam sempre juntos e algumas mulheres tem uma placa de metal na frente da boca. Estas não podem nem conversar conosco.

Tentar evitar de ir no mês do ramadã. Neste mês, nem água pode ser bebida nas ruas durante o dia. Eles fazem jejum o dia todo.

A comida é internacional mas comer em restaurantes árabes lá é uma delicia.

Eles fumam narguilé nos bares e restaurantes. Experimentar ok, mas uma sessão de chicha (que é como chamam o narguilé) equivale a 32 cigarros.

Evitar meses de verão, pois a temperatura pode chegar a 45 graus e as tempestades de areia (assustadoras) são frequentes.

Não deixar para ir para o aeroporto em cima da hora, pois o Free Shop é o maior do mundo e precisa de umas duas horas para ser visto inteiro.

Para Comer

• Restaurante Zuma: imperdível. Igual ao de Miami, só que com árabes e não brasileiros e americanos ao redor.

• Tem um restaurante marroquino dentro do One and only Royal Mirage Hotel muito bom.

• Ir jantar no Atmosphere. É o restaurante que fica no topo do Burj Kalifa, que é o prédio mais alto do mundo. A comida não é tão boa, mas a vista compensa. Vemos a cidade muito pequena lá de cima.

por Adriana Awada